7.29.2011

No meu caminho

Temos vergonha de todos os medos e dúvidas. Não queremos ficar sozinhos com o medo do abandono.
Dá-mos e mostramos sempre o nosso melhor a quem amamos, mas achamos sempre que isso nunca será suficiente para o mantermos connosco, para que ele nos ame sempre mais. Chegamos mesmo a humilhar-nos e quase a implorar para que não nos deixe. Mas ele lá vai... Senti-mo-nos como se fossemos um erro e no meio do sufoco nem temos a oportunidade de entender que ele não merece todas aquelas lágrimas choradas. Passamos a crescer com a noção de que a culpa de tudo é sempre nossa e nunca dele. Sorrimos e disfarçamos a dor para que não tenham pena de nós e às vezes passámos, mesmo, por "pessoas fortes" mesmo sabendo que sentimos exactamente o mesmo.
Existiram noites em que fiquei empenhada a tentar esconder tudo o que sentia e agora estou acordada a implorar para que ele sinta o mesmo. Não peço que me ame, peço apenas para que sinta a mesma dor que eu sinto, o tempo suficiente para perceber o quanto frio e dividido está o meu coração. 
Continuo a sentir o seu toque e a sua voz suave. E mesmo sabendo que respira uma vida nova, o meu consciente diz-me que todas as noites encho o seu coraçãozinho e adormece nos meus braços.

28 comentários:

DÝ.C disse...

adoro

Isabel disse...

Bonito texto querida (:

DÝ.C disse...

obrigado e ainda bem!

Isabel disse...

Sim, eu também voltei ao blog há poucos dias. Com os exames não tive tempo nenhum.
E ob rigada querida.

catherine disse...

adorei :')
tens razão, mas agora o gatinho está a sofrer e nós também :x

catherine disse...

Agradeço muito o carinho :)

Isabel disse...

Já somos duas. E correram bem?

Isabel disse...

Matemática, correu-me lindamente. Português, fui à 2ª.fase para melhorar a nota.

Patrícia Martins disse...

Oh, obrigada (:

Isabel disse...

E aguardar os resultados..

Isabel disse...

Dia 9 de Agosto querida *

Adriana Teles disse...

Obrigada (:
o teu também está muito bonito ;)

Diogo Passos disse...

Lindo amor, lindo!

Diana Bacelar disse...

gostei muito*

Pedro Miguel SIlva Macedo. disse...

Bonito texto +.+

milene mateus. disse...

minha terra ^^

catarina disse...

"E mesmo sabendo que respira uma vida nova, o meu consciente diz-me que todas as noites encho o seu coraçãozinho e adormece nos meus braços."
adorei (:

Pedro Miguel SIlva Macedo. disse...

Obrigado +.+

C. disse...

"Dá-mos e mostramos sempre o nosso melhor a quem amamos, mas achamos sempre que isso nunca será suficiente para o mantermos connosco, para que ele nos ame sempre mais." que verdade! :)

milene mateus. disse...

obrigado querida :$

mariana disse...

está perfeito!

cláaudia disse...

gostei imenso! (: e força!

Maria disse...

gostei mesmo muito! e estou a seguir *.*

Alexandra disse...

Gostei imenso!
Dói muito, mas força querida !

Carla disse...

esta tao bonito ! (;

sanddi disse...

gostei :)

nídia disse...

gosto muito do blog !

já sigo :)

Sofia disse...

Gostei muito!