2.26.2011

Adeus ou até um dia ?

Se calhar preciso de um grande abraço ou talvez de um grande abanão. Se calhar preciso de um sorriso novo, de uma rotina nova, … O ideal seria inverter o sentido e mudar de vida, mudar de ares e de sentimentos. Se calhar devia perder todas as nossas memórias ou enterra-las num canto qualquer para que ninguém mais as visse. Ou se calhar…
Quando der por mim, estou a pisar novamente o outro lado e a chorar todas as noites por não te ter comigo. Quando der por ela vou andar a correr atrás de ti, para recuperar e ganhar o jogo perdido.
Nunca nada pode ser como eu quero, tem que ser sempre como o tempo quer. Afinal, sempre soube que é ele quem me domina e quem não me dá resposta ao dia de amanhã. Não me diz se o infinito existe, ou melhor, se a eternidade existe realmente. Não me dá resposta a nada. Alimenta-me, apenas, a esperança de um dia, ele próprio, se cansar de tanto avançar e retroceder para nos dar a oportunidade de corrigirmos os erros cometidos. E aí quem sabe, se não te recupero. Pode ser que te volte a ter, que volte a ter o teu abraço e o teu beijo. Pode ser que te volte a ter por completo, só para mim.
Só queria ter de novo o mesmo valor, o mesmo sorriso e não ter de calar as palavras que o meu coração quer gritar. Só queria não ter de me disfarçar e fazer de conta que sou aquilo que nunca consegui ser – forte!
Tento desesperadamente afastar as nossas recordações da minha cabeça. Mas sei que vou continuar a chorar por ti, que vou continuar a amar-te, que vou continuar a achar que serás sempre o melhor e que vou continuar a acreditar que um dia vais voltar. Eu sei tudo, mas não sei esquecer-te, não consigo. Talvez por ainda não ter encontrado a fórmula matemática ou platónica para que o resultado fosse somente: « Finalmente, esqueci-te ».
Já é noite cerrada, vou desfazer a minha trança e, em frente ao espelho, vou ver deslizar a minha última lágrima para que possa adormecer e sonhar com o « Tudo corre bem e toda a gente é feliz ». Hoje adormeço aqui, amanhã não sei. Nem sequer sei se vai ser desta vez que vou entrar no sono eterno e profundo. Caso aconteça levo comigo o tal dia:
« Dirigiu-me um breve e rápido sorriso e depois baixou a cabeça e avançou na minha direcção. Segundos depois estava de pé, junto à minha mesa despindo o velho blusão de cabedal preto de que eu tão bem me lembro. Senti o estômago a revolver-se, a andar às voltas, para cima e para baixo. Tive pavor que ele se baixasse para me beijar a cara. Mas na verdade, foi nessa noite que me entreguei a ele completamente, sabendo que seria dele enquanto ele me quisesse. Acontece que durou bem menos do que isso. »
P.S: Esteja onde estiver, se quiseres, procura-me. Eu amo-te e isto não vai mudar enquanto não me disseres nos olhos que já não sou nada para ti.
Amo-te meu amor

27 comentários:

carina, disse...

E eu é que escrevo bem? omg

Diogo Passos disse...

Está muito bonito, mesmo *.*

rafaela sofia disse...

de nada* , amei o texto juro !*.*

carina, disse...

não acho querida.
encontras e encaixas as palavras nas frases certas com os sentimentos certos.
com simples palavras fazes o texto LINDO.
acredita em mim, asério

rafaela sofia disse...

obrigada querida. limito-me a escrever aquilo que sinto!
também adoro os teus *.*

carina, disse...

está siiiiiiiiim! podias tentar querida

rafaela sofia disse...

digo-te exactamente o mesmo!

catarinap. disse...

muito obrigada, sweet! também gostei muito deste!

carina, disse...

mas se continuares sempre a escrever assim e, cada vez melhor, quando fores mais velha, quem sabe!

rafaela sofia disse...

simpática és tu honey *.*

carina, disse...

ahah, ya xd

rafaela sofia disse...

verdades são para se dizer! , aww muito obrigada $:

catarinap. disse...

eu acho q está, mas é apenas a minha opinião!

carina, disse...

é? já passas-te por isso? :x

rafaela sofia disse...

sim, e tu sabes que eu também :)

rafaela sofia disse...

sim sim $:

rafaela sofia disse...

siiiiiiiiiiiim!

rafaela sofia disse...

ahha, sou muito

carina, disse...

sabes que por vezes, damos tanto por uma pessoa que não vale mesmo nada a pena. enquanto há outras pessoas a precisar da nossa atenção e não somos capaz de lha dar. mas nunca te deves arrepender de tudo o que por ele fizes-te, verás que um dia alguém o fará por ti, como forma de recompensa. pois aí foi tarde de mais e fizes-te muito bem em virar-lhe as costas querida!
como posso ver essas mensagens? onde? :s

rafaela sofia disse...

ahha, eu já nem considero um defeito, já vou mais para o feitio

rafaela sofia disse...

também já estive a ler alguns textos teus ! , amei asério *.*

carina, disse...

ohh minha querida! já li tudo. fos-te tão forte :o conseguis-te ultrapassar tudo! gostaria de ter essa força toda que tives-te, e tens.
mas de qualquer forma também, um dia vou ter que ir buscar essa coragem, essa força toda a algum lado e fazer o que fizes-te, virar-lhe as costas. pois afinal de contas, ninguém é para sempre e mesmo quando não queremos, viramos sempre as costas.

rafaela sofia disse...

mas não deixas de estar lindos *.*

Anónimo disse...

Ja agora quem é o tal?

Ana Mourão disse...

Já agora, quem te disse que escrevo sempre tudo aquilo que sinto e que os meus textos são sempre todos verídicos ? ;)

Diogo Passos disse...

Amo-te com tudo o que tenho, eu juro!

Marta Sofia disse...

está tão bonito :)