12.31.2010

Um já passou e outro está a chegar


Trezentos e sessenta e cinco dias passados. Centenas de sorrisos partilhados. Dezenas de lágrimas derramadas. Milhares de passos e biliões de palavras ditas, algumas por dizer, outras em vão. Muitos passeios, muitas confissões, muitos devaneios. Algumas discordâncias, outras implicações. Muita alegria, pouca tristeza. Muitos erros, poucas correcções. Imensos olhares. Grandes vitórias, grandes derrotas. Mais amigos, alguns “inimigos”. Grandes lutas. Muitas recompensas. Algumas amarguras.
Este ano prometo que vou:
Julgar menos e criticar-me mais
Fazer de mim alguém melhor
M maiúsculo é o que quero ter quando me chamarem “mulher”
Agarrar as minhas ambições
Muitos sorrisos
Juntar alegrias
Jurar felicidade
Alcançar objectivos
Saber viver
Ocultar todas as lágrimas
Nunca desistir
Depois, no final de tudo, agradecer a todos aqueles que contribuíram para a minha felicidade.
Repetia muito do que fiz, lutava por tudo novamente. Não me arrependo de cada lágrima que libertei e de tudo o que construi e me foi levado. Afinal, os grandes heróis também choram quando a dor já não lhes cabe no coração e também perdem quando são derrotados.
Este ano não quero fazer novos amigos, quero, somente, manter aqueles que tenho. Amo-os por aquilo que são e por aquilo tudo que me fazem ser.
Dois mil e onze, hoje espero por ti de braços abertos e de sorriso nos lábios. Vem e traz-me tudo aquilo que me fez lutar. Traz-me felicidade e leva-me as lágrimas. Faz de mim uma criança e deixa-me ser livre como são as bolinhas de sabão.


1 comentário:

D disse...

E o Dioguinho promete felicidade à sua namorada linda *.*