6.17.2011

Escrito nas estrelas


Seguraste-me a mão com aquela tua leveza. Seguraste-a o tempo suficiente para eu confiar em ti. Fizeste-me sonhar noites suficientes para te tornares uma ilusão, para seres mais um dos meus sonhos perdidos.
Porque quando não estavas, estava apenas eu. Quando não vinhas, eu esperava-te até perder a esperança de que viesses. Quando…

Quando eras tu, eu gostava de ti e eras tu quem tomava conta de mim. Sentia-me segura sempre que te via e de todas as vezes que me abraçavas sabia que nos teus braços seria sempre o meu lugar, seriam eles o meu porto de abrigo.

Mas tu pediste e eu afastei-me. Fiquei sozinha e tomei conta de mim. Acreditei em mim, acreditei na minha forma de amar, mas não no verbo em si.

Aprendi a viver sem asas nas costas, deixei de voar… Procurei chão onde pisar. Agora vivo aqui, neste mundo novo, onde a tua presença não é notada, onde o teu olhar deixou de brilhar.

E como tu me disseste, eu continuo a gostar de ti, a gostar muito ti. Mas não fui forte o suficiente para soletrar toda a dor que tu querias que o meu coração soletra-se. 

Desculpa, talvez um dia encontremos o nosso amor escrito nas estrelas. 

8 comentários:

-vanessaL disse...

Está mesmo muito lindo!

Diogo Passos disse...

Escreves mesmo bem amor lindo *.*

- paatý ॐ disse...

AMEI *-*, escreves lindamente mesmo +.+

Renata disse...

Gostei imenso *.*

carina, disse...

está lindo :')

Ana Margarida disse...

Está super bonito :)

Bloguista disse...

adorei :)

Janne ♥ disse...

Desafio para ti no meu blog *-*
I miss u <3